últimas notícias








Notícias

1 15/05/2019 16:10

Hoje, 15 de maio de 2019, estudantes, egressos da UFRB (Universidade Federal do Recôncavo Baiano), representantes dos sindicatos, professores e servidores da cidade de Amargosa, caminharam pelas ruas e avenidas em protesto contra a retenção de 30% do orçamento para verbas de custeio e investimentos das instituições federais feito pelo MEC, e também contra a reforma da previdência.

As manifestações aconteceram no período da manhã com carros de som, bandeiras e cartazes expressando indignação perante a forma que as políticas públicas estão acontecendo no cenário brasileiro.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse na última terça-feira (7) durante audiência na Comissão de Educação no Senado que não haverá corte no orçamento das universidades e instituições de ensino federais, mas sim um contingenciamento.

Abraham ainda afirmou que o recurso poderá voltar a ser liberado se a reforma da Previdência for aprovada e se a economia do país melhorar no segundo semestre.

"Não houve corte, não há corte. Vou repetir: não há corte, há contingenciamento. Se a economia tiver um crescimento , e nem é 'recuperar' porque estamos em um marasmo a perder de vista. Mas, se tivermos crescimento econômico com a aprovação da nova Previdência, é só o que falta", relatou Abraham Weintraub.

Ainda durante audiência, o mesmo disse que o país já voltou a consumir bens duráveis, e que está faltando o último gatilho que é investimento em infraestrutura, máquinas e equipamentos, afirmando que estes pontos retomarão a arrecadação e consequentemente haverá o processo de descontigenciamento dos recursos, seguindo a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Da Redação Vale FM

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.