últimas notícias








Entretenimento

1 23/09/2021 11:43

Polícia diz que Luiz Carlos de Araújo fez uso de drogas e acabou desacordando

A morte do ator Luiz Carlos de Araújo foi acidental, concluiu o Instituto Médico Legal (IML). O laudo que aponta como causa da morte asfixia e uso de drogas foi divulgado pela Polícia Civil de São Paulo.

Aos 42 anos, Luiz Carlos era conhecido por atuar em "Carinha de Anjo", do SBT. Ele foi achado morto por amigos e pela Polícia Militar no dia 11 de setembro, no apartamento em que morava em São Paulo.

Os amigos estranharam quando Luiz Carlos parou de receber mensagens e não atender mais telefonemas. Eles chamaram a PM e um chaveiro para abrir a porta do apartamento do ator. Lá, ele foi achado sozinho em uma cama, com a barriga para cima e um saco na cabeça.

Segundo o G1, a investigação aponta que o ator usou um saco plástico para tentar aliviar a ansiedade, em uma técnica controversa conhecida como re-respiração. A ideia é colocar o saco na boca para assoprá-lo. O saco aumentou o teor de dióxido de carbono, que é tóxico, e reduziu o de oxigênio, levando à morte. "Tal prática pode ter como complicação a asfixia por confinamento", diz nota da polícia. Associada ao uso de antidepressivos, bebida e cocaína, a prática fez o ator desacordar e depois acabar morrendo, em uma morte considerada acidental. 

As linhas de investigação incial eram suicídio, assassinato e uso de substâncias tóxicas. Não hávia sinais de violência no apartamento, nem no corpo do ator. A câmera da entrada não registrou ninguém chegando ou saindo. Amigos não relataram qualquer indício de depressão nele. O laudo confirmou o uso de drogas. Com a conclusão, o caso será arquivado.

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.