últimas notícias








Notícias

1 14/01/2022 16:49

Desde 2021 foram inscritas cerca de 35 mil famílias pobres ou na extrema pobreza no CadÚnico; outras 25 mil podem ser incluídas

Do final de 2021 até o mês de janeiro, cerca de 35 mil famílias de Salvador em situação de pobreza ou extrema pobreza foram inscritas no CadÚnico, o cadastro de ação social do governo federal. Agora, a cidade tem 228 mil aptos a receber o Auxílio Brasil, contra em torno de 185 mil antes do recadastramento.A prefeitura da capital articula com o ministério da Cidadania a concessão do benefício para mais 13 mil famílias. Outras 12,9 mil famílias estão com os dados desatualizados.

“Esses números mostram o quanto a nossa cidade empobreceu, o quanto as famílias estão passando necessidade. Infelizmente é a realidade que estamos enfrentando hoje”, declarou o prefeito Bruno Reis. Durante a inauguração do Cras do Nordeste de Amaralina, o gestor explicou que os quase 230 mil beneficiários vão receber um total de R$ 40 milhões do Auxílio Brasil em janeiro.

“A prefeitura estimulou, divulgou, convocou as famílias (para o CadÚnico),porque nós sabíamos que haveria a inserção de novos beneficiários. Tivemos que ampliar os locais de cadastramento, realizar cadastro no final de semana, ampliar os horários de cadastramento para atender a demanda”, concluiu Bruno.

 

*Bahia.ba

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.