últimas notícias








Esportes

1 16/11/2021 10:41

Pele primeira vez na história a Fórmula 1 terá um piloto chinês no seu grid a partir de 2022. Na manhã desta terça-feira (16), a Alfa Romeo anunciou a contratação de Guanyu Zhou, de 22 anos. O asiático chega para ocupar a vaga do italiano Antonio Giovinazzi e formará dupla com o finlandês Valtteri Bottas, que está de saída da Mercedes.

"Sonhei desde criança em escalar o mais alto possível no esporte que eu amo e, agora, o sonho se tornou realidade. É um privilégio começar minha carreira na F1 numa equipe tão icônica e que colocou tanto talento jovem na F1 no passado. O sonho virou realidade. Sinto que estou preparado para o desafio imenso da F1, o topo do meu esporte. A meta do ano que vem será aprender o quanto for possível e o mais rápido que der. Ser o primeiro chinês na F1 é histórico no esporte a motor chinês. Sei que muitas esperanças estarão depositadas em mim e, como sempre, levarei essa motivação para me tornar melhor e alcançar mais", disse o novato.

Nascido em Xangai, Guanyu Zhou é membro da academia de desenvolvimento de jovens pilotos da Alpine. Antes, o chinês havia passado também pela Academia da Ferrari. Ele está na Fórmula 2 desde 2019 sempre correndo pela UNI-Virtuosi. Na atual temporada, ele vem tendo seu melhor desempenho ao acumular quatro vitórias, ocupando a segunda colocação na classificação geral com 142 pontos, 36 a menos do que o líder Oscar Piastri. Neste ano, o piloto chegou a acelerar no carro da Alpine na F1 durante um treino livre do GP da Estíria, no Red Bull Ring.

Apesar do bom desempenho na F2, Zhou chega à Fórmula 1 também devido a força dos patrocinadores da China. De acordo com o jornal suíço Blick, ele levará US$ 25 milhões, o equivalente a R$ 136,4 milhões, à Alfa Romeo. Após o anúncio de Bottas, a segunda vaga na escuderia chegou a ser apontada para vários nomes, passando pelo tailandês Alexander Albon, que depois acertou com a Williams, pelo holandês Nyck de Vries, campeão da Fórmula E e piloto reserva da Mercedes, além de Piastri, do francês Théo Pourchaire e também do americano Colton Herta.

O Mundial de 2021 da F1 vai para a sua 20ª etapa, que será no Catar entre a próxima sexta (19) e o domingo (21). A disputa pelo título segue acirrada e a liderança do momento é do holandês Max Verstappen com 332,5 pontos, seguido pelo inglês heptacampeão Lewis Hamilton com 318,5, que venceu o GP de São Paulo no último dia 14.

 

Fonte: Bahia Notícias 

 

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.