últimas notícias








Colunas

1 29/06/2021 18:03

Pé diabético – o que é e quais os riscos

 

O Diabetes Mellitus é uma doença metabólica, que causa aumento da glicemia (açúcar no sangue), causando diversas alterações em todo o corpo.

·         Na circulação o diabetes causa espessamento da parede das artérias podendo evoluir para oclusão de artérias, principalmente de pequenos vasos.

·         Neurológico: lesão de neurônios levando a diminuição da sensibilidade de dedos dos pés até pernas.

·         Pele e unhas: espessamento da pele com hiperqueratose e ressecamento da pele podem favorecer o aparecimento de fissuras em calcanhares e lesões em áreas de pressão, além de aumento da fragilidade de unhas que favorecem a infecção por fungos.

·         Ossos: pela alteração da sensibilidade dos pés, a estrutura óssea se modifica, podendo inclusive causar fraturas, formando o Pé de Charcot, levando a alteração da pisada e criando locais de pressão onde podem formar ulcerações. Além disso podemos encontrar infecções ósseas crônicas (osteomielite) que levam a cronificação das feridas e dificuldade de cicatrização.

O pé diabético é só um dos problemas que o paciente diabético mal controlado pode ter, sendo responsável por amputação de dedos, pés e pernas quando não cuidado a tempo, causando queda importante na qualidade de vida do paciente. Por isso a importância de cuidado diário com os pés dos diabéticos.

Quais cuidados os pacientes diabéticos devem ter?

·         Hidratação diária dos pés

·         Cuidados ao cortar as unhas dos pés

·         Controle da glicemia

·         Realização de atividade física como caminhada fazendo uso de calçados adequados

·         Cuidado na escolha de calçados para que não machuque os pés

·         Higiene diária com os pés, evitando que os pés fiquem suados e criem micoses entre os dedos

·         Caso o paciente não consiga examinar os próprios pés, algum familiar ou cuidador deve sempre observar se há alguma lesão nos pés para procurar atendimento o mais rápido possível

·         Evitar de andar descalço ou com chinelo de dedo

·         Nunca manipular lesões em casa ou com não médicos

Além desses cuidados diários, o paciente que tem Diabetes deve ser acompanhado por um Cirurgião Vascular/Angiologista para que os cuidados com a circulação e com os pés esteja sempre em dia e com Endocrinologista para que acompanhe os exames laboratoriais para avaliar o controle da glicemia. Além disso o acompanhamento com Nutricionista também deve ser priorizado para adequação da melhor dieta para o paciente. 

A prevenção é o melhor remédio quando se fala em pé diabético, pois é um problema de difícil resolução e deve ser tratado sempre com especialista no assunto.

Dra. Mariana Terra é médica Cirurgiã Vascular com atendimento no HSA e Clínica Espaço Cuidar

@dra.marianaterravasc no instagram 

 


Categorias

 Saúde em Foco com Dra. Mariana Terra 
Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.