últimas notícias








Notícias

1 19/04/2019 03:22

Dois homens, um brasileiro e um polonês, foram presos ontem, quinta-feira, 18, em Itabuna, suspeitos de manter 10 venezuelanos em regime similar à escravidão.

Eles foram detidos pela Polícia Federal (PF) após uma ação conjunta com a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Ilhéus. A denúncia foi feita por um venezuelano que conseguiu fugir do local.

Segundo a PF, os estrangeiros eram atraídos para o Brasil por meio de anúncios de emprego na internet, que ofertavam US$ 400, aproximadamente R$ 1.570, para trabalhar na manutenção de brinquedos de um parque de diversões.

Ainda de acordo com a PF, as passagens eram pagas pelo aliciador e se transformavam em dívida, na chegada ao Brasil, sendo descontada do salário dos trabalhadores. Também eram descontados valores referentes a alojamento, alimentação, energia elétrica e internet.

Além das dívidas que mantinham os venezuelanos em uma espécie de servidão, no local aonde funcionavam tanto a oficina quanto o alojamento, foram constatadas condições degradantes às quais eram submetidos.

Todos os estrangeiros resgatados foram conduzidos à Polícia Federal, onde prestaram depoimentos e formalizarão seus pedidos de refúgio, nos termos da legislação de imigração.

Os suspeitos responderão pelos crimes de redução à condição análoga de escravo e de tráfico de pessoas, previstos nos artigos 149 e 149-A do Código Penal, respectivamente. As penas somadas podem chegar a 16 anos de reclusão.

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.