Notícias

1 09/08/2018 10:35

Cristina Pita

A descriminalização do aborto no país, tem sido pauta de discussão no Supremo Tribunal Federal (STF), onde pessoas físicas e organizações apresentam argumentos favoráveis ou contrários a legalização do procedimento. Atualmente, no país, a interrupção da gravidez é considerada legal somente em casos de estupro, de fetos anencéfalos ou caso a gestante esteja correndo risco de vida.

Durante entrevista ao repórter Itajay Junior, da Rádio Andaiá FM, o padre Nelson Franca, afirma que o direito à vida é o mais fundamental dos direitos e, por isso, deve ser protegido. “A gente confirma a posição da igreja. Quem tem fé e crê na vida, ama e a valoriza, esse assunto não merece discussão. A colocação é: Você é contra ou a favor da vida? Então, estão camuflando essa valorização á vida através de um aspecto chamado aborto. Precisamos manter sustentar uma posição a favor da vida em todos os seus estágios, desde a concepção até o instante derradeiro, que depende de Deus", opinou.

Om religioso informou que a Igreja Católica tem mobilizado autoridades de todo o país em uma campanha contra a legalização do aborto. "Assim como somos contrários a eutanásia, a prática do homicídio e do suicídio.  Embutido aí está nossa negação a esta pena de morte que é perpetrada contra o indefeso, ainda mais grave àquele que já existe, está vivo e já sente, mas não pode se manifestar, ter uma reação a sua defesa. Não ao aborto em toda e qualquer circunstância. As coisas no Brasil são muito msl conduzidas. A justiça perde tempo me recurso para montar toda essa estrutura p discussão votação e consequências depois gera recursos altos e dificuldades grandes. Temos outros assuntos urgentes que não são levados em consideração. Acho que é um descaso com a vida e o projeto de Deus. O que está por detrás de tudo isso? Não a morte e sim a vida. Não ao aborto", enfatizou padre Nelson França.

 

Rua Tiradentes, 30 – 4-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 - A Força da Comunicação.
© 2010 - RBR Notícias - Todos os direitos reservados.